Sólida

BLOG

DICAS PARA FAZER UMA BOA MUDANÇA USANDO O ELEVADOR

Se realizar uma mudança para uma residência de um andar já é um processo demorado e cansativo, mudanças em prédios com vários lances de escada podem ser ainda mais desgastantes. Ainda bem que dá pra contar com a ajuda do elevador!
Mas atenção: antes de fazer a sua mudança, é importante estar ciente de que não se trata apenas de “colocar as caixas dentro da cabina e apertar o botão para o andar do seu apartamento”. Você precisa planejar com antecedência para evitar diversos problemas. Quer saber do que a gente está falando? Continue lendo o artigo!

AGENDANDO O HORÁRIO COM O SÍNDICO

A primeira coisa a se fazer é consultar o síndico do condomínio para ver quais são as normas do prédio em relação a mudanças. Depois disso, defina um dia e horário de mudança. Faça o agendamento com antecedência pois, caso o prédio não autorize fazer a mudança no dia ou horário que você combinou com a empresa transportadora, você precisará remarcar.
Não estranhe se não permitirem que a mudança seja realizada à noite ou em fins de semana; o barulho da mudança incomoda os moradores.

INFORMAÇÕES QUE DEVEM SER VISTAS ANTES DA MUDANÇA

Normalmente, os edifícios residenciais possuem dois elevadores: um para uso dos condôminos e um elevador de serviço. Se for possível, reserve o elevador de serviço no dia da mudança – utilizar o elevador geral para fazer sua mudança é passível de multa!
Além disso, é extremamente importante se informar sobre:

  •  Limite de carga do elevador de serviço (essa informação fica no interior da cabina do elevador);
  • Acolchoado de proteção da cabina. Esse item deve estar presente em todos os prédios com elevadores e ser colocado para proteger o interior do elevador de possíveis arranhões. Verifique com antecedência a disponibilidade do item com o zelador do prédio (ou na ausência de um, verifique com o síndico ou responsável).

Você também deve verificar o tamanho exato dos seus objetos antes da mudança. Mesmo que o objeto tenha peso inferior ao limite de carga do elevador, ele pode ser alto demais ou largo demais para caber lá dentro, e terá que ser levado pelas escadas.
Agora, no caso de objetos/móveis muito pesados ou delicados que não passam pelas escadas (como um piano, por exemplo), será necessário içá-los por fora do prédio através de um guincho. Não deixe para ver sobre isso em cima da hora!

UTILIZANDO O ELEVADOR PARA SE MUDAR

Todas as informações que você leu até aqui devem ser repassadas com os funcionários da empresa de mudança. Apesar disso, é recomendável que você ou uma pessoa de confiança os acompanhe em todas as etapas, a fim de evitar possíveis problemas, seja por descuido ou por acidente.
No dia da mudança, lembre-se de que:

  • O elevador deve estar acolchoado para evitar riscos ou qualquer tipo de dano no interior;
  • Os limites de carga devem ser sempre respeitados;
  • Os objetos/caixas devem ser colocados com extremo cuidado, e não podem passar as dimensões do elevador;
  • Até mesmo restos de poeira podem estragar o elevador. Certifique-se de que as caixas estão devidamente lacradas. Entulhos devem ser levados pelas escadas ou, no caso de serem muito pesados, devem ser içados pelo guincho;
  • Se o elevador der algum pane, comunique imediatamente ao zelador para que ele faça reparos imediatos. Se não houver um zelador no condomínio, procure o síndico e veja o que é possível fazer.

Planeje-se com antecedência e tenha uma mudança tranquila e agradável!

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dezessete =