Sólida

BLOG

5 DICAS PARA UTILIZAR LUMINÁRIAS PENDENTES NA DECORAÇÃO

Você pode ter bom gosto, pode comprar tudo da melhor qualidade para a decoração da sua casa. Porém, se a sua iluminação não estiver adequada, será um verdadeiro desperdício. Por isso, o segmento da iluminação está cada vez mais ganhando prestígio e opções para combinar com cada ambiente do seu lar, um exemplo disso são as luminárias pendentes. Confira, a seguir, algumas dicas que preparamos para você ter ainda mais criatividade na hora de iluminar a sua casa:

ALTURA:

A altura do pendente é um ponto que as pessoas costumam errar: em caso de mesa de jantar, o ideal é o pendente estar a 60 a 70 cm da mesa, mas isso não é uma regra. Pode variar de acordo com o modelo do pendente. Uma boa dica é acompanhar a instalação e ir visualizando e regulando o fio para cima ou para baixo e tentar visualizar o pendente próximo à altura dos seus olhos.

TAMANHO:

O tamanho do pendente em qualquer ambiente é muito importante e deve ser avaliado e escolhido com calma. Para não ter erros, procure sempre por um modelo que tenha cerca de 1/3 do tamanho do móvel ou espaço em que a luminária ficará exposta. Mas não se prenda a regras caso deseje montar uma decoração impactante e cheia de personalidade, certo? Só não deixe de lado a funcionalidade da peça.

COR:

Hoje em dia é possível encontrar luminárias de todas as cores, das mais tradicionais às mais irreverentes. Neutras ou vibrantes. Como escolher? Em primeiro lugar, observe o estilo de decoração e a paleta de cores que já domina no seu ambiente. Caso você queira que a luminária seja o ponto de destaque, escolha uma de cor contrastante em relação aos demais elementos da decoração.

TIPO DE LÂMPADA:

A lâmpada usada na luminária faz toda diferença no resultado final do ambiente. Dessa forma, a dica é escolher a lâmpada a partir do uso que será feito da luminária. Por exemplo: em ambientes onde é necessário uma iluminação mais abundante, como é o caso da bancada da cozinha e do home office, prefira lâmpadas frias e brancas. Agora, se o espaço é mais descontraído, uma lâmpada amarela quente pode ficar melhor.

MATERIAL:

O material com que a luminária é fabricada interfere diretamente na qualidade do produto e, consequentemente, na estética do ambiente. As luminárias de vidro, acrílico ou cristal são perfeitas para quem precisa de uma iluminação mais ampla, já que a luz atravessa completamente o vidro. Já os modelos em metal são ideais para criar iluminações com aquele toque intimista e receptivo, já que a luz se difunde apenas pela abertura da luminária.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =