Sólida

BLOG

COMO É CALCULADA A TAXA DE CONDOMÍNIO?

Muitas dúvidas surgem na hora de definir o valor do condomínio mensal. Quais despesas devem ser divididas entre os moradores? Todos os condomínios devem seguir a mesma regra ou cada caso é um caso?

Confira o artigo que a Sólida preparou sobre os principais questionamentos a respeito das taxas de condomínio.

O que é levado em conta na hora de calcular a taxa de condomínio?

As despesas comuns que devem ser divididas entre os condôminos são:

• Remuneração do síndico ou isenção da taxa de condomínio do síndico;
• Taxa da administradora do condomínio;
• Salário de funcionários (faxineiras, porteiros, etc.) e encargos sociais;
• Energia utilizada em áreas comuns (lâmpadas dos corredores, garagem e elevador, por exemplo);
• Água (no caso do Condomínio Bosque Real, que possui medidores de gás e água individuais para cada apartamento, o valor se refere à água utilizada em áreas comuns para faxina e atividades de manutenção, como jardinagem);
• Telefone (caso haja);
• Materiais de limpeza;
• Obras e/ou manutenções nas áreas comuns do condomínio;
• Dentre outros.

Além disso, os condomínios podem calcular a taxa de condomínio das seguintes formas: por fração ideal ou individual.

Fração ideal: nesse cálculo, a taxa de condomínio é dividida proporcionalmente pelo tamanho das unidades. Por exemplo, um morador de um apartamento com 50 m² deve pagar uma taxa de condomínio maior que o morador de um apartamento com 30 m².

Segundo o artigo 1.336 do Código Civil, a cobrança por esse método é a mais adequada, mas a convenção do condomínio pode optar por cobrança por unidade.

Por unidade: nessa taxa de condomínio, todos os valores são divididos igualmente entre os moradores do condomínio.

Além disso, o cálculo por ser feito mensalmente ou anualmente.

O cálculo da taxa mensal é feito POR MÊS. Ele soma todos os gastos que o condomínio teve durante o mês e divide por fração ideal ou unidade. Ou seja: nesse cálculo, o valor da taxa nunca é fixo, e o morador pode pagar mais caro ou mais barato de um mês para outro.

A taxa fixa ANUAL é calculada fazendo uma previsão de 12 meses. Para calculá-la, deve ser levado em conta que os valores de produtos e serviços podem inflacionar nesse período. Após cálculo da média de gastos mensais, é apresentado um valor fixo que todos os condôminos (com exceção do síndico, caso haja isenção de taxa) devem pagar mensalmente durante 1 ano.

A vantagem da taxa de condomínio fixa é que, caso haja algum imprevisto no condomínio e seja necessário pagar por reparos, o valor que “sobra” nas contas de cada mês pode ser utilizado como um fundo para emergências.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + quinze =